Arrastando seus pés? Falta de sono afeta sua caminhada




O sono insuficiente pode afetar negativamente a caminhada, especificamente como controlamos o passo e a marcha. Aqueles que experimentaram a falta de sono demonstraram menos controle quando caminhavam.

Fonte: MIT

Um bom sono pode ser difícil de encontrar. Mas um novo estudo descobriu que se você pode compensar o sono perdido, mesmo por apenas algumas horas de fim de semana, o zzz extra pode ajudar a reduzir a desajeitada induzida pela fadiga, pelo menos em como você anda.

Há muitas evidências para mostrar o sono, e o quanto o recebemos dele, pode afetar o quão bem fazemos em tarefas cognitivas, como resolver um problema matemático, manter uma conversa ou até mesmo ler este artigo. Menos explorado é a questão de saber se o sono influencia a maneira como caminhamos ou realizamos outras atividades que se supõe ser menos tributantes mentalmente.

O novo estudo, realizado por pesquisadores do MIT e da Universidade de São Paulo no Brasil, relata que caminhar — e especificamente, quão bem podemos controlar nosso passo, ou marcha — pode de fato ser afetado pela falta de sono.

Em experimentos com estudantes voluntários, a equipe descobriu que, no geral, quanto menos estudantes do sono ficavam, menos controle eles tinham ao caminhar durante um teste de esteira. Para os alunos que puxaram uma noite antes do teste, este controle de marcha despencou ainda mais.

Curiosamente, para aqueles que não ficaram acordados a noite toda antes do teste, mas que geralmente tinham sono menos que o ideal durante a semana, aqueles que dormiam nos fins de semana tiveram melhor desempenho do que aqueles que nã