Gastar tempo em tarefas domésticas pode melhorar a saúde cerebral




Isso foi observado no hipocampo, que desempenha um papel importante na memória e na aprendizagem, e no lobo frontal, que está envolvido em muitos aspectos da cognição

Passar tempo realizando tarefas domésticas pode ajudar a melhorar a saúde cerebral, especialmente para idosos. Pesquisadores descobriram que idosos que passavam mais tempo se envolvendo em trabalho doméstico tinham maior volume cerebral, especificamente no lobo frontal e no hipocampo, áreas cerebrais associadas à memória e cognição.

Fonte: Baycrest Center for Geriatric Care

Engajar-se em tarefas domésticas pode ser benéfico para a saúde cerebral em idosos. Em um estudo recente de Baycrest, idosos que passaram mais tempo em tarefas domésticas mostraram maior tamanho cerebral, que é um forte preditor da saúde cognitiva.

"Os cientistas já sabem que o exercício tem um impacto positivo no cérebro, mas nosso estudo é o primeiro a mostrar que o mesmo pode ser verdade para as tarefas domésticas", diz Noah Koblinsky, autor principal do estudo, Fisiologista do Exercício e Coordenador de Projetos do Instituto de Pesquisa Rotman (RRI) de Baycrest.

"Entender como diferentes formas de atividade física contribuem para a saúde cerebral é crucial para o desenvolvimento de estratégias para reduzir o risco de declínio cognitivo e demência em idosos."

Neste estudo, publicado na revista BMC Geriatrics, os pesquisadores anal