Nossa conexão intestino-cérebro





Um novo sistema desenvolvido pelo MIT "órgão em um chip" ajuda os pesquisadores a descobrir como as bactérias no trato digestivo humano podem impactar doenças neurológicas.

Em muitos aspectos, nosso cérebro e nosso trato digestivo estão profundamente conectados. Sentir-se nervoso pode levar a dor física no estômago, enquanto sinais de fome do intestino nos fazem sentir irritáveis. Estudos recentes até sugeriram que as bactérias que vivem em nosso intestino podem influenciar algumas doenças neurológicas.

Modelar essas interações complexas em animais como camundongos é difícil de fazer, porque sua fisiologia é muito diferente da dos humanos. Para ajudar os pesquisadores a entender o eixo intestino-cérebro, os pesquisadores do MIT desenvolveram um sistema "órgãos-em-um-chip" que replica interações entre cérebro, fígado e cólon.