Solidão dos homens ligada a um risco aumentado de câncer



Segundo os pesquisadores, levar em conta a solidão e as relações sociais deve, portanto, ser uma parte importante da atenção integral à saúde e à prevenção de doenças.


A solidão em homens de meia-idade aumentou em 10% o risco de desenvolver câncer.

Um estudo recente da Universidade da Finlândia Oriental mostra que a solidão entre homens de meia-idade está associada a um aumento do risco de câncer.

Segundo os pesquisadores, levar em conta a solidão e as relações sociais deve, portanto, ser uma parte importante da atenção integral à saúde e à prevenção de doenças. Os achados foram publicados na Psychiatry Research.

"Estima-se, com base em estudos realizados nos últimos anos, que a solidão poderia ser um risco à saúde tão significativo quanto o tabagismo ou o excesso de peso. Nossas descobertas apoiam a ideia de que deve ser dada atenção a essa questão", diz a pesquisadora do Projeto Siiri-Liisi Kraav, da Universidade da Finlândia Oriental.

O estudo foi lançado na década de 1980 com 2.570 homens de meia-idade do leste da Finlândia participando. Sua saúde e mortalidade têm sido monitoradas com base em dados registrados até os dias atuais. Durante o acompanhamento, 649 homens, ou seja, 25% dos participantes, desenvolveram câncer e 283 homens (11%) morreu de câncer. A solidão aumentou o risco de câncer em cerca de 10%.

Essa associação com o risco de câncer foi observada independentemente da idade, status socioeconômico, estilo de vida, qualidade do sono, sintomas depressivos, índice de massa corporal, doenças cardíacas e seus fatores de risco. Além disso, a mortalidade por câncer foi maior em pacientes com câncer que eram solteiros, viúvos ou divorciados na linha de base.

"A conscientização sobre os efeitos da solidão na saúde está aumentando constantemente. Por isso, é importante examinar, com mais detalhes, os mecanismos pelos quais a solidão causa efeitos adversos à saúde. Essas informações nos permitiriam aliviar melhor a solidão e os danos causados por ela, bem como encontrar formas ideais de direcionar medidas preventivas."


“Loneliness and social isolation increase cancer incidence in a cohort of Finnish middle-aged men. A longitudinal study” by Kraav, S., Lehto, S.M., Kauhanen, J., Hantunen, S., Tolmunen, T. Psychiatry Research


14 visualizações0 comentário