Estresse durante a pandemia ligada ao sono ruim





Um novo estudo esclarece como o COVID-19 tem afetado o sono e a saúde mental. Os pesquisadores descobriram que 32,9% das pessoas relataram uma diminuição no sono e 29,8% disseram ter dormido mais durante o confinamento. Mudanças nos padrões de sono correlacionaram-se com dificuldades de saúde mental autorreferidas durante esse período, o que levou principalmente à perda de sono.

Muitas pessoas provavelmente perderam o sono sobre o COVID-19. Um estudo realizado por gêmeos liderados por pesquisadores da Universidade estadual de Washington descobriu que estresse, ansiedade e depressão durante as primeiras semanas da pandemia estavam associados a um sono de menor e menor qualidade.