top of page

O papel da Autoimunidade na gravidade da C19



J Transl Autoimmun. 2020 Apr 9;3:100051. doi: 10.1016/jjtauto.2020.100051. eCollection 2020.

Pathogenic priming likely contributes to serious and critical illness and mortality in COVID-19 via autoimmunity

James Lvons-Weilen

Affiliations

† expand

PMID: 32292901 PMCID: PMC7142689 DOI: 10.1016/i.jtauto.2020.100051


Achei o trabalho e a erudição de Lyons-Weiler muito bons.

A homologia entre proteínas humanas e virais é um fator estabelecido na autoimunidade induzida por vírus ou vacina. O fracasso das vacinas SARS e MERS em testes com animais envolveu patogênese consistente com um priming imunológico que poderia envolver autoimunidade nos tecidos pulmonares devido à exposição prévia à proteína spike SARS e MERS. A patogênese da exposição ao SARS-CoV-2 na COVID-19 provavelmente levará a resultados semelhantes. Peptídeos imunogênicos em vírus ou bactérias que correspondem a proteínas humanas são bons candidatos para peptídeos de priming patogênicos (semelhante à ideia mais difusa de "aprimoramento imunológico"). Aqui eu forneço uma avaliação do potencial de patogênese humana via autoimunidade via exposição, via infecção ou injeção.

As proteínas spike do SAR-CoV-2 e todas as outras proteínas do SARS-CoV-2 epítopos imunogênicos em cada proteína do SARS-CoV-2 foram comparados com proteínas humanas em busca de alta correspondência homóloga local. Apenas um epítopo imunogênico em um SARS-CoV-2 não tinha homologia com proteínas humanas. Se todas as partes dos epítopos que são homólogas às proteínas humanas forem excluídas da consideração devido ao risco de priming patogênico, as partes imunogênicas restantes dos epítopos podem ainda ser imunogênicas e permanecer como candidatas potencialmente viáveis para o desenvolvimento da vacina.

O mapeamento dos genes que codificam as correspondências de proteínas humanas para caminhos aponta para alvos que poderiam explicar a apresentação observada de sintomas na doença COVID-19. Também aponta fortemente para um grande número de oportunidades para distúrbios esperados no próprio sistema imunológico, visando elementos da apresentação de antígenos MHC Classe I e Classe II, sinalização PD-1, apresentação cruzada de antígenos exógenos solúveis e a via ER-Fagossoma. As consequências translacionais desses achados são exploradas."


98 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page